Por que é importante testar o encoder e como fazer?

Por que é importante testar o encoder e como fazer?

Testar o encoder é essencial para garantir o sucesso nos processos industriais automatizados.

Falhas e problemas nesse equipamento podem comprometer a produção e gerar transtornos e prejuízos para sua indústria.

Quer visitar diretamente a página de produtos? Então clique aqui!

Encoder B58N

Esse importante equipamento é o responsável por diversas aplicações industriais, tais como:

  • controlar multieixos,
  • medir tensão,
  • controlar posicionamento/motores de passo,
  • monitorar a velocidade do motor,
  • medir posição/esteiras,
  • realizar medição linear/corte por tamanho,
  • medir posicionamento/bobinas.

Neste post vamos mostrar a importância em testar o encoder e de que maneira isso pode ser realizado. Continue lendo e saiba mais a respeito!

Qual a importância de testar o encoder?

Muitas vezes no ambiente industrial presume-se que um encoder possa estar apresentando falhas, por isso realizar os testes é importante para garantir a qualidade dos processos automatizados.

Os motivos que podem levar esse equipamento a falhas ocorrem em função de:

Temperatura

A temperatura para o bom funcionamento do encoder precisa atender às especificações técnicas do equipamento.

Além disso, é importante considerar a dilatação térmica de materiais e componentes para trabalhos em alta temperatura, bem como a contração térmica quando essas estiverem muito baixas.

Portanto, é fundamental que o encoder atue em uma faixa de temperatura ideal para o trabalho que será realizado.

Carga no eixo

Outro fator que pode levar o equipamento a apresentar falhas é a sua utilização de carga acima do limite suportado.

Condições de serviço

Finalmente, também será importante testar o encoder quando esse foi utilizado de maneira inadequada para as condições em que deve operar.

As chances de problemas são grandes, uma vez que o equipamento pode ter sido danificado.

Como testar o encoder?

Existem duas formas de testar o encoder.

A primeira forma de se fazer os testes é substituindo-o por outro equipamento e verificando se os resultados se apresentam iguais. Caso isso não ocorra, é certo afirmar que um deles está apresentando problemas no funcionamento.

No entanto, quando não se possui um equipamento sobressalente, uma forma de fazer o teste é utilizando o osciloscópio.

Para isso, é necessário verificar as características do encoder, que normalmente está no próprio corpo do equipamento, ou buscar informações na internet a partir do seu modelo.

Verifique os limites dele com relação à voltagem e energize o equipamento através de uma fonte que atenda a essas características.

Para fazer o equipamento se movimentar, é possível a utilização de uma parafusadeira ou uma furadeira, que deve ser inserida no equipamento para virar o seu eixo e fazer o teste.

Agora basta observar se os pulsos aparecem no osciloscópio sem apresentar oscilações.

Caso não exista nenhum sinal ou as oscilações ocorram durante a pulsação, o equipamento está com problemas e precisará ser substituído.

Quando o encoder estiver em condições normais de uso, ele apresentará os sinais habituais no osciloscópio sem nenhum tipo de mudança ou frequência.

Esse teste de bancada é fácil de ser realizado e identifica o real estado do equipamento, evitando que seja utilizado em algum processo de automação industrial e não cumpra com as suas funções.

Se ainda assim, você tiver dúvidas a respeito ou não conseguir testar o encoder, conte com quem é especialista no assunto. Contate a Dynapar e conheça as inúmeras opções de equipamentos disponíveis para atender às particularidades da sua indústria.

Sobre a Dynapar

A Dynapar é uma das empresas operacionais da Specialty Product Technologies do Grupo Fortive, do qual também fazem parte a Veeder-RootWest Control SolutionsHengstlerAnderson-NegeleGems Sensors, entre outras. Possui fábricas no Brasil, Estados Unidos e Alemanha.

Conta com assistência técnica local e 1 ano de garantia para todos os produtos. Oferece a mais completa linha de encoders do mercado: incremental, absoluto, senoidal, heavy-duty (robusto).

Seus encoders são dedicados a mercados como energia eólica, área petrolífera e veículos fora da estrada. Experiência, versatilidade e competência para atender sua necessidade de precisão e desempenho.

Deixe uma resposta